Como escolher um enxaguante bucal?

O enxaguante bucal faz parte da rotina de higienização dos dentes de muitas pessoas. Ele previne cáries, placas, gengivite, mau hálito e dá uma sensação de conforto e refrescância. Mas, ao chegar numa prateleira de farmácia e se deparar com tantos tipos, com composições diferentes, você sabe escolher o ideal para você?

Muitos especialistas afirmam que o uso incorreto pode ser prejudicial: matar as bactérias boas, amarelar ou enfraquecer dentes, causar sensibilidade na mucosa. Dessa forma, não dá para escolher o primeiro que se avista.

Continue a leitura e saiba qual o mais indicado no seu caso!

Enxaguante bucal: quais diferenças e qual escolher?

Em muitas ocasiões, o uso do enxaguante é importante para complementar a higiene bucal, auxiliar em pós-operatório e ajudar no tratamento de doenças periodontais, como gengivites ou dentes sensíveis. Entretanto, quando usado de modo errado, pode ressecar a mucosa oral e facilitar manchas.

O sem álcool

São os mais seguros por não agredirem tanto o esmalte dos dentes. Não ardem nem maltratam as gengivas. Quando vem sem o composto, a embalagem costuma ressaltar isso na parte da frente. Geralmente, pode ser usado por crianças a partir dos 3 anos, com a supervisão de um adulto.

O com álcool

São os mais populares, mas devem ser usados com moderação. O álcool tende a ressecar a mucosa da boca, causar descamamento, aumentar a porosidade dos dentes e modificar o pH bucal. Esse não pode ser de uso infantil.

O com flúor

Os com flúor são ideais para indivíduos com problemas de cáries, pois impedem a proliferação das bactérias. Contam, também, com o benefício de auxiliar na diminuição da sensibilidade dos dentes. Na maioria das vezes, pode ser usado todos os dias. A melhor hora é na parte da noite, que é quando a salivação diminui e o produto permanece fazendo efeito por mais tempo.

O com gluconato de Clorexidina

Combate as bactérias do mau hálito, sendo, por esse motivo, indicado para quem tem esse inconveniente. Porém, é necessário investigar antes a causa, pois ele sozinho não é milagroso. É, ainda, indicado a quem passou por uma cirurgia, pois ameniza os riscos de infecção. A recomendação de uso é de duas vezes ao dia por no máximo uma  semana, pois se usado de forma demasiada, pode manchar o esmalte dentário.


Como fazer uso do enxaguante?

Estar em busca de um sorriso bonito e harmônico é o desejo de muitas pessoas. Para tanto, é imprescindível a boa saúde bucal. O procedimento de limpeza deverá ser feito na seguinte ordem: passar o fio dental entre todos os dentes, fazer a escovação, usar o raspador de língua e, por último, bochechar o enxaguante, por 30 segundos. Não é necessário que lave a boca depois. Para que o produto possa agir por mais tempo, evite beber água por alguns minutos.

Para continuar cuidando dos seus dentes, além do enxaguante bucal correto, não deixe de visitar seu dentista, e fazer a limpeza profissional de tempo em tempo.

Curta nossa página do Facebook e acompanhe mais de perto nossas postagens para deixar sua boca ainda mais bonita!

RT. CRO-GO-EPAO-425 C.D. Luis Francisco Coradazzi CRO-GO-CD-7747

RECEBA DICAS PARA TER
UM SORRISO SAUDÁVEL