Conheça quais são as etapas de um implante dentário

A perda dos dentes pode acontecer por muitos fatores, como por exemplo: idade avançada, má higiene bucal e traumatismos. Mas, para essa situação, existe uma solução prática e eficiente: o implante dentário. 

Trata-se de um dos melhores tratamentos para quem perdeu um ou mais dentes e almeja obter um bom resultado estético e natural. Existem várias etapas para a realização do implante, todas são bem simples.

O tratamento consiste na colocação de um pino de titânio dentro do osso, que tem a função de substituir a raiz do dente. Depois, é colocado um encaixe de uma prótese artificial por cima do pino para substituir a coroa. As pessoas buscam cada vez mais por essa solução, pois o tratamento tem um bom resultado final.

Neste post, vamos falar sobre as etapas de um implante dentário. Confira!

Fase de preparação

A primeira etapa é a mais importante da cirurgia de implante dentário e consiste no planejamento prévio por parte do dentista.

Nessa fase, o paciente passa por uma avaliação. O dentista pode solicitar exames gerais de saúde (como, por exemplo, hemograma, coagulograma, glicemia ), para a certificação de que a pessoa está preparada para a intervenção cirúrgica.  

A colocação do implante é feita após uma avaliação da quantidade de osso na região a ser reabilitada, afinal, é necessária a certificação de que existe osso suficiente pra sustentar o implante. Essa avaliação é feita através de radiografias convencionais e tomografia computadorizada para identificar qual o modelo e o tamanho ideal do implante. 

Antes da realização da cirurgia, é necessário que o paciente tome alguns cuidados, conforme as solicitações do dentista.

Fase cirúrgica

A cirurgia acontece em um ambiente com fluxo controlado de pessoas, com o uso de aparatos técnicos esterilizados, que garantem toda a segurança do paciente. Essa fase é considerada uma cirurgia de pequeno a médio porte. Utiliza-se uma anestesia local para que o paciente não sinta incômodo ou dor durante o procedimento.

Após esse processo, é feito um pequeno corte na gengiva para expor o leito ósseo e, em seguida, utiliza-se pequenas brocas para fazer a perfuração do osso. O procedimento é feito por meio da expansão progressiva da cavidade para que possa receber o implante selecionado pelo cirurgião. Assim, o implante pode ser inserido na cavidade e, por fim, é realizada uma sutura na região. O procedimento dura cerca de 15 a 30 minutos.

Fase de reabertura

Essa fase é mais simples que a fase cirúrgica e equivale a uma segunda cirurgia menos agressiva que a primeira, Ela ocorre de três a seis meses após a primeira etapa. O tempo entre a primeira e segunda fase depende da resposta fisiológica do paciente e da marca do implante usado.

Esse procedimento tem por objetivo reabrir caminho para que os implantes possam receber as próteses dentárias em breve.

A cicatrização é previsível, tranquila e os riscos são menores do que na fase anterior. Trata-se de uma cicatrização gengival,  importante para o sucesso estético na colocação das próteses.


Colocação das próteses

Após uma boa cicatrização, as próteses são confeccionadas e colocadas no implante dentário do paciente. O processo pode depender de duas ou três sessões para ser executado, não havendo risco ao paciente. Caso a pessoa sinta dores ou algum desconforto nessa fase do implante, ela deve comunicar o acontecido imediatamente ao dentista.

É importante lembrar que os implantes dentários são confiáveis, práticos e é muito difícil de ser perdido após sua colocação. Inclusive, a funcionalidade das próteses vai além da estética, pois ajudam também na saúde bucal.

Por isso, merecem bastante atenção durante o período de reabilitação. O que nos leva à próxima fase: acompanhamento.

Acompanhamento e manutenção

Assim que o implante e a prótese são colocados, é fundamental manter um acompanhamento regular com o dentista para a retirada e a limpeza da prótese.

Ademais, é essencial manter bons hábitos de higiene bucal para que o implante não seja infectado e perca a sua integração com o osso subjacente.

Pós-operatório e cuidados

Para que o pós-operatório seja tranquilo e sem problemas, é necessário seguir algumas dicas que são essenciais para que o implante não apresente maiores complicações e que fique adequado. Entre as dicas estão:

  • repousar de preferência na posição sentada, não baixar a cabeça por muito tempo e evitar fazer esforço físico;
  • Fazer compressas geladas na face nas primeiras 48 horas após a cirurgia;
  • se ocorrer algum sangramento, o ideal é comprimir o local com algodão e gaze durante uma hora. Caso o sangramento persista, consulte o seu dentista;
  • retornar para a consulta agendada com o profissional para acompanhamento, avaliação e remoção dos pontos;
  • não ingerir alimentos ácidos, quentes, crocante ou duro nos cinco a sete dias seguintes;
  • não fumar ou ingerir álcool durante toda a fase de recuperação;
  • não beber nada ácido ou quente nos primeiros cinco dias;

Como o dente de substituição é feito

Os implantes geralmente são feitos com titânio, um material que é altamente resistente ao tempo, além de ser leve, forte e não ser rejeitado pelo corpo humano.

Para a realização do implante, é necessário que se prenda um parafuso ao osso do paciente, e como o titânio apresenta propriedades de ser organicamente compatível, ele não oferece risco de rejeição.

A colocação de implante unitário fixo é o procedimento mais empregado. Nessa técnica, o parafuso de titânio é colocado no lugar do dente perdido. A colocação é feita alguns meses após a perda e a coroa ou prótese de cerâmica é colocada dois ou três meses depois. Durante o tempo intermediário acontece a união entre o osso e a superfície de titânio. Depois, a coroa de cerâmica pode ser cimentada ao implante.

Os implantes dentários suportam muito bem a colocação de dentes artificiais, além de ser uma boa substituição das dentaduras, que deslocam e podem causar muitos incômodos e desconforto. Eles aumentam a confiança do paciente para falar, além de devolverem a capacidade de mastigação dos alimentos.

Se você gostou do nosso conteúdo sobre as etapas do implante dentário, não deixe de conferir nossa publicação sobre como funciona o clareamento dental!

RECEBA DICAS PARA TER
UM SORRISO SAUDÁVEL