saúde bucal é sempre necessária, faça uma limpeza odontológica.

LIMPEZA DENTAL

LIMPEZA DENTAL

Prevenir é fundamental para sua saúde bucal.

Agende sua avaliaçãoAgende sua avaliação
saúde bucal é sempre necessária, faça uma limpeza odontológica.

LIMPEZA DENTAL

LIMPEZA DENTAL

Prevenir é fundamental para sua saúde bucal.

Prevenir é fundamental para sua saúde bucal.

MITO OU VERDADE: TENHO QUE IR AO DENTISTA DE 6 EM 6 MESES?

Verdade. A necessidade de realizar a limpeza dental pode variar de paciente para paciente, mas em geral, é feita a cada 6 meses, ou seja, 2 vezes ao ano. No Centro de Cirurgia Oral, a limpeza dental é realizada a cada ou 6 meses, a depender do caso. 

PORQUE FAZER A LIMPEZA COM UM DENTISTA

Na limpeza dental feita em consultório, o profissional higieniza individualmente cada dente e a parte mais interna e profunda da gengiva, o que a torna mais completa, detalhada e refinada. Neste momento, o dentista avalia suspeitas de cáries ou avanço de gengivite e periodontite.

LIMPEZA DENTAL DÓI?

Como a limpeza dos dentes é feita externamente (não invade a área interna dos dentes, nem das gengivas), o procedimento não dói. As pessoas que possuem dentes sensíveis podem sentir um certo desconforto e aquelas que têm desgaste nos dentes podem sentir dor. Se for o seu caso, o dentista poderá aplicar uma anestesia.

SORRISO PODE ABRIR PORTAS!

O sorriso é o seu cartão de visitas. Pensa nas pessoas que tem sorrisos e dentes bonitos. O sorriso passa sentimentos bons para as pessoas. Investir no sorriso e nos seus dentes faz bem para você, para sua autoestima e para o seu profissional. 

ESCOVA PARA QUEM TEM DENTES SENSÍVEIS

Escovas de dente de cerdas muito duras podem causar desgaste no esmalte dentário e retração gengival. Esses dois fatores levam ao aparecimento da sensibilidade dentinária, que incomoda bastante aos pacientes, principalmente na hora de ingerir alimentos quentes ou frios. Para evitar este problema ou ainda não agravar a sensibilidade, no caso de pacientes que já sofrem com esse mal, o ideal é usar escova de dentes de cerdas macias ou extra macias e arredondadas.

TIPOS DE LIMPEZA DENTÁRIA

  • Desbridamento de boca cheia 

É limpeza mais extensiva e complexa, geralmente indicada ao paciente que não faz limpeza dental a mais de 1 ano, ou que apresente tártaro e placas em um estágio mais avançado. 

  • Aplainamento de raiz e dimensionamento da profundidade 

Trata-se de um tratamento que pode precisar de algumas sessões e é indicado a quem já apresenta periodontite. 

  • Limpeza Periodontal 

Não é realizado em toda a boca, como no primeiro caso, mas somente nas regiões que ainda não apresentaram a melhora esperada. 

VANTAGENS DA LIMPEZA ODONTOLÓGICA EM CONSULTÓRIO

  1. Diminui o aparecimento de cáries: a limpeza dental feita no consultório do dentista previne o aparecimento de cáries, um problema que começa pequeno (praticamente uma manchinha), mas que se não tratado a tempo evolui para algo mais sério, fazendo com que seja preciso fazer tratamento de canal e, até, à perda do dente.
  2. Detecta cáries: encontrar a presença de cáries ainda estágio inicial (possível em quem tem o costume de limpar os dentes em consultório com regularidade) é uma grande vantagem. Isso porque, o tratamento de pequenas cáries é mais fácil, rápido e evita que uma grande extensão do dente seja substituída por resinas — ou seja, a preservação do dente é maior.
  3. Impede o agravamento de problemas bucais: alguns problemas bucais que apareceram no intervalo entre uma limpeza/profilaxia e outra — por isso algumas pessoas necessitam de um intervalo menos entre cada visita ao dentista — como a gengivite e a periodontite, doenças que podem, inclusive, levar à perda óssea que faz os dentes amolecerem e caírem.
  4. Colabora para a higiene da boca: se feita periodicamente, a limpeza dental ajuda a manter a higiene bucal tanto quanto a limpeza que você faz em casa (escovação, uso do fio e do enxaguatório bucal), além dos hábitos saudáveis como evitar alimentos açucarados, excessivamente ácidos e refrigerantes. 

IMPORTÂNCIA DA LIMPEZA DENTAL ODONTOLÓGICA

O procedimento visa limpar os dentes pela remoção da placa bacteriana acumulada na superfície dental. Isso é importante porque se não for removida a tempo, ela poderá se transformar em tártaro. 

A limpeza dos dentes é um tratamento preventivo que evita problemas como cálculo dental (tártaro), cárie, gengivite, mau hálito, desgastes dos dentes, entre outros — incluindo doenças mais sérias como o câncer de boca. Além disso, se tais problemas forem detectados precocemente, é possível evitar tratamentos mais invasivos. 

Após remover a sujeira impregnada, o dentista ainda realiza um polimento que deixa os dentes lisinhos e com sensação de estarem mais brancos. 

Ao terminar a limpeza, o dentista ensina (ou relembra) o paciente a maneira correta de fazer a higienização da boca como um todo, não apenas dos dentes. Esse aprendizado ajuda o paciente a colaborar para manter os dentes limpos por mais tempos, e consequentemente, mais saudáveis. 

A ESCOLHA DA ESCOVA CERTA DISPENSA LIMPEZA PROFISSIONAL?

Vale ressaltar que não é porque você investiu em uma boa escova de dentes e mantém uma rotina de higiene bucal adequada, que você deve dispensar as visitas ao dentista. As consultas devem ser marcadas a cada seis meses para que o profissional avalie sua saúde bucal e identifique possíveis problemas. Durante as consultas, o dentista realiza um tratamento que chamamos de profilaxia ou limpeza dentária profissional.  

Saiba mais sobre limpeza dental odontológica, leia nossos artigos.

Como é feita a limpeza dental odontológica?

A limpeza feita pelo dentista é preventiva e alcança lugares que a escova não consegue, por isso, mesmo que você esteja com a higiene bucal em dia é bom fazer uma limpeza profissional a cada seis meses ou um ano. 

TARTARECTOMIA

O profissional usa um ultrassom ou instrumentos curetais para fazer a raspagem e remoção destes tártaros. 

JATEAMENTO

Quando necessário, é feito logo após a tartarectomia. Usando um jato com bicarbonato de sódio, vai removendo a placa bacteriana e os resíduos da retirada do tártaro, além de polir e proteger o dente. 

ESCOVAÇÃO COMPLETA

Caso o profissional ainda ache necessário, uma escovação completa será feita com uma escova profissional e pasta dental também encontrada apenas em consultórios odontológicos e uso de fio dental. 

FLÚOR

A aplicação do flúor mantem o frescor da boca e devolve os minerais, além de fortificar os dentes. 

CUIDADOS PÓS LIMPEZA

Para um bom resultado da ação do flúor recomenda-se aguardar de uma a duas horas para se alimentar ou beber novamente. E sempre continuar a fazer a higiene bucal diária com o trio escova, pasta e fio dental, pois essa limpeza profissional não substitui a caseira, elas se complementam! 

Como é feita a limpeza dental odontológica?

A limpeza feita pelo dentista é preventiva e alcança lugares que a escova não consegue, por isso, mesmo que você esteja com a higiene bucal em dia é bom fazer uma limpeza profissional a cada seis meses ou um ano. 

TARTARECTOMIA

O profissional usa um ultrassom ou instrumentos curetais para fazer a raspagem e remoção destes tártaros. 

JATEAMENTO

Quando necessário, é feito logo após a tartarectomia. Usando um jato com bicarbonato de sódio, vai removendo a placa bacteriana e os resíduos da retirada do tártaro, além de polir e proteger o dente. 

ESCOVAÇÃO COMPLETA

Caso o profissional ainda ache necessário, uma escovação completa será feita com uma escova profissional e pasta dental também encontrada apenas em consultórios odontológicos e uso de fio dental. 

FLÚOR

A aplicação do flúor mantem o frescor da boca e devolve os minerais, além de fortificar os dentes. 

CUIDADOS PÓS LIMPEZA

Para um bom resultado da ação do flúor recomenda-se aguardar de uma a duas horas para se alimentar ou beber novamente. E sempre continuar a fazer a higiene bucal diária com o trio escova, pasta e fio dental, pois essa limpeza profissional não substitui a caseira, elas se complementam! 

Uma boa referência faz toda a diferença!

Alguns depoimentos dos nossos pacientes

Com localização privilegiada em Goiânia, o CCO é especializado em Implantodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Reabilitação Oral.

Há 14 anos no mercado de Goiânia, o CCO – Centro de Cirurgia Oral, já atendeu mais de 37 mil pacientes.

Hoje somos referência em cirurgias orais como extração de sisos, dentes inclusos, tracionamento, disjunções cirúrgicas, além de atuar com o tratamento reabilitador oral através de implantes dentais e facetas de porcelana.

Uma boa referência, faz toda diferença!

FAQ – Perguntas Frequentes

A limpeza dos dentes é um tratamento preventivo que evita problemas como cálculo dental (tártaro), cárie, gengivite, mau hálito, desgastes dos dentes, entre outros — incluindo doenças mais sérias como o câncer de boca. Além disso, se tais problemas forem detectados precocemente, é possível evitar tratamentos mais invasivos. 

Após remover a sujeira impregnada, o dentista ainda realiza um polimento que deixa os dentes lisinhos e com sensação de estarem mais brancos. 

As escovas de dentes que existem atualmente no mercado são classificadas com macias, médias e duras. As macias e ultramacias são os modelos ideais para qualquer tipo de paciente, independentemente da idade. Isso porque elas proporcionam mais conforto durante a escovação. 

As escovas de cerdas macias promovem a limpeza necessária, sem agredir as gengivas e mucosas ou provocar desgaste no esmalte dentário.  Além disso, é comum que muitos pacientes coloquem muita força na hora de escovar os dentes, o que pode causar retração gengival e sensibilidade dentária quando é usada uma escova com as cerdas mais duras. 

Outro fator importante a ser observado no momento de escolher a escova de dentes ideal é o tamanho do produto. A cabeça da escova deve ser pequena, pois ela deve alcançar os cantos da boca para promover uma limpeza completa e deixar a cavidade oral livre das bactérias causadoras da cárie e doenças na gengiva. 

O ideal é conversar com seu dentista para que ele indique o melhor tipo de escova para seu caso. 

Escovas de dente de cerdas muito duras podem causar desgaste no esmalte dentário e retração gengival. Esses dois fatores levam ao aparecimento da sensibilidade dentinária, que incomoda bastante aos pacientes, principalmente na hora de ingerir alimentos quentes ou frios. 

Então, para evitar esse problema ou ainda não agravar a sensibilidade, no caso de pacientes que já sofrem com esse mal, o ideal é usar escova de dentes de cerdas macias ou extra macias e arredondadas. 

Mas não é só isso. É importante que o paciente espere pelo menos trinta minutos após fazer a refeição para escovar os dentes. Isso porque, se você escova os dentes logo após comer, não dá tempo de a saliva neutralizar os ácidos produzidos pela placa bacteriana. 

Então, na hora da escovação, os ácidos são espalhados na flora bucal e, dessa forma, contribuem para a erosão do esmalte dentário que, consequentemente, causa a sensibilidade nos dentes. 

Além de escolher uma boa escova, contar com creme dental dessensibilizante com flúor contribui para que seus dentes não fiquem sensíveis. 

Você já reparou como sua parceira de higiene bucal fica desgastada depois de algum tempo de uso? Isso é normal, afinal de contas, nenhum produto foi feito para durar para sempre, principalmente quando ele é utilizado todos os dias. Mesmo que você tenha a melhor escova de dente disponível no mercado, ela precisa ser trocada de tempos em tempos. 

Os dentistas recomendam trocar a escova a cada três meses, mas esse período depende dos cuidados que você tem com ela. Caso você não cuide muito bem de sua parceira de higienização bucal, ela precisará ser trocada com mais frequência. 

Para saber qual o momento exato de realizar a troca, basta observar como estão as cerdas. Quando elas apresentarem um certo nível de desgaste, é sinal de que é hora de aposentar sua escova e comprar uma nova. 

Não é preciso esperar para que ela se deteriore muito, pois à medida que o produto vai ficando velho, é comum que você faça mais força na hora da escovação. Com o tempo, esse hábito vai prejudicar a saúde e estética de seu sorriso. 

Escolher a melhor escova de dente disponível no mercado não é suficiente para manter seus dentes longe das cáries e doenças periodontais. De nada adianta investir em um produto de qualidade, se você não sabe a maneira correta de fazer sua higiene bucal. 

O ideal é escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia, depois das principais refeições diárias. Além disso, nada de ir para a cama sem fazer uma boa limpeza nos dentes e gengivas, pois essa é a escovação mais importante. É justamente durante a noite que a boca fica mais suscetível à proliferação de bactérias nocivas à saúde bucal. 

Veja como fazer sua higiene bucal de forma eficiente: 

  • coloque um pouco de pasta dental na escova (não precisa ser muito, o equivalente ao tamanho de uma ervilha já é o suficiente); 
  • faça movimentos circulares na região dos dentes do fundo (faça isso no mínimo umas dez vezes); 
  • para escovar os dentes da frente, os movimentos devem ser feitos na direção vertical (também repetindo o processo pelo menos dez vezes); 
  • a limpeza da língua deve ser feito com movimentos de trás para frente; 
  • nunca ponha força na escova de dentes e faça movimentos leves; 
  • faça bochechos e jogue a água na pia; 
  • use fio dental e um enxaguante sem álcool para completar a limpeza. 

Os dentistas recomendam escovar os dentes durante dois minutos, pois esse é o tempo ideal para realizar uma limpeza completa. 

Independentemente do modelo e marca da escova de dentes, para que ela tenha vida longa, é essencial que ela seja bem limpa e armazenada corretamente após o uso. Veja alguns cuidados básicos com sua parceira de manutenção de seu sorriso: 

  • depois de usar a escova, lave-a muito bem com água corrente e seque-a; 
  • se for carregar o acessório para o trabalho ou durante uma viagem, guarde-o dentro de caixinhas de transporte específicas; 
  • no banheiro, escolha locais fechados para armazenar a escova, como gavetas e armários. Dessa forma, você evita que partículas de fezes que ficam presentes no ar quando a descarga é acionada ou outras bactérias se depositem em sua escova. 

Esses cuidados evitem que a escova se desgaste antes do tempo e ainda garantem que ela esteja sempre limpa e pronta para o uso.

  • Desbridamento de boca cheia 

É limpeza mais extensiva e complexa, geralmente indicada ao paciente que não faz limpeza dental a mais de 1 ano, ou que apresente tártaro e placas em um estágio mais avançado. 

  • Aplainamento de raiz e dimensionamento da profundidade 

Trata-se de um tratamento que pode precisar de algumas sessões e é indicado a quem já apresenta periodontite. 

  • Limpeza Periodontal 

Não é realizado em toda a boca, como no primeiro caso, mas somente nas regiões que ainda não apresentaram a melhora esperada. 

  1. Diminui o aparecimento de cáries: a limpeza dental feita no consultório do dentista previne o aparecimento de cáries, um problema que começa pequeno (praticamente uma manchinha), mas que se não tratado a tempo evolui para algo mais sério, fazendo com que seja preciso fazer tratamento de canal e, até, à perda do dente.
  2. Detecta cáries: encontrar a presença de cáries ainda estágio inicial (possível em quem tem o costume de limpar os dentes em consultório com regularidade) é uma grande vantagem. Isso porque, o tratamento de pequenas cáries é mais fácil, rápido e evita que uma grande extensão do dente seja substituída por resinas — ou seja, a preservação do dente é maior.
  3. Impede o agravamento de problemas bucais: alguns problemas bucais que apareceram no intervalo entre uma limpeza/profilaxia e outra — por isso algumas pessoas necessitam de um intervalo menos entre cada visita ao dentista — como a gengivite e a periodontite, doenças que podem, inclusive, levar à perda óssea que faz os dentes amolecerem e caírem.
  4. Colabora para a higiene da boca: se feita periodicamente, a limpeza dental ajuda a manter a higiene bucal tanto quanto a limpeza que você faz em casa (escovação, uso do fio e do enxaguatório bucal), além dos hábitos saudáveis como evitar alimentos açucarados, excessivamente ácidos e refrigerantes. 

Vale ressaltar que não é porque você investiu em uma boa escova de dentes e mantém uma rotina de higiene bucal adequada, que você deve dispensar as visitas ao dentista. As consultas devem ser marcadas a cada seis meses para que o profissional avalie sua saúde bucal e identifique possíveis problemas. Durante as consultas, o dentista realiza um tratamento que chamamos de profilaxia ou limpeza dentária profissional.  

Com localização privilegiada em Goiânia, o CCO é especializado em Implantodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Reabilitação Oral.

Há 14 anos no mercado de Goiânia, o CCO – Centro de Cirurgia Oral, já atendeu mais de 37 mil pacientes.

Hoje somos referência em cirurgias orais como extração de sisos, dentes inclusos, tracionamento, disjunções cirúrgicas, além de atuar com o tratamento reabilitador oral através de implantes dentais e facetas de porcelana.

Uma boa referência, faz toda diferença!

Agende sua consulta

FAQ – Perguntas Frequentes

A limpeza dos dentes é um tratamento preventivo que evita problemas como cálculo dental (tártaro), cárie, gengivite, mau hálito, desgastes dos dentes, entre outros — incluindo doenças mais sérias como o câncer de boca. Além disso, se tais problemas forem detectados precocemente, é possível evitar tratamentos mais invasivos. 

Após remover a sujeira impregnada, o dentista ainda realiza um polimento que deixa os dentes lisinhos e com sensação de estarem mais brancos. 

As escovas de dentes que existem atualmente no mercado são classificadas com macias, médias e duras. As macias e ultramacias são os modelos ideais para qualquer tipo de paciente, independentemente da idade. Isso porque elas proporcionam mais conforto durante a escovação. 

As escovas de cerdas macias promovem a limpeza necessária, sem agredir as gengivas e mucosas ou provocar desgaste no esmalte dentário.  Além disso, é comum que muitos pacientes coloquem muita força na hora de escovar os dentes, o que pode causar retração gengival e sensibilidade dentária quando é usada uma escova com as cerdas mais duras. 

Outro fator importante a ser observado no momento de escolher a escova de dentes ideal é o tamanho do produto. A cabeça da escova deve ser pequena, pois ela deve alcançar os cantos da boca para promover uma limpeza completa e deixar a cavidade oral livre das bactérias causadoras da cárie e doenças na gengiva. 

O ideal é conversar com seu dentista para que ele indique o melhor tipo de escova para seu caso. 

Escovas de dente de cerdas muito duras podem causar desgaste no esmalte dentário e retração gengival. Esses dois fatores levam ao aparecimento da sensibilidade dentinária, que incomoda bastante aos pacientes, principalmente na hora de ingerir alimentos quentes ou frios. 

Então, para evitar esse problema ou ainda não agravar a sensibilidade, no caso de pacientes que já sofrem com esse mal, o ideal é usar escova de dentes de cerdas macias ou extra macias e arredondadas. 

Mas não é só isso. É importante que o paciente espere pelo menos trinta minutos após fazer a refeição para escovar os dentes. Isso porque, se você escova os dentes logo após comer, não dá tempo de a saliva neutralizar os ácidos produzidos pela placa bacteriana. 

Então, na hora da escovação, os ácidos são espalhados na flora bucal e, dessa forma, contribuem para a erosão do esmalte dentário que, consequentemente, causa a sensibilidade nos dentes. 

Além de escolher uma boa escova, contar com creme dental dessensibilizante com flúor contribui para que seus dentes não fiquem sensíveis. 

Você já reparou como sua parceira de higiene bucal fica desgastada depois de algum tempo de uso? Isso é normal, afinal de contas, nenhum produto foi feito para durar para sempre, principalmente quando ele é utilizado todos os dias. Mesmo que você tenha a melhor escova de dente disponível no mercado, ela precisa ser trocada de tempos em tempos. 

Os dentistas recomendam trocar a escova a cada três meses, mas esse período depende dos cuidados que você tem com ela. Caso você não cuide muito bem de sua parceira de higienização bucal, ela precisará ser trocada com mais frequência. 

Para saber qual o momento exato de realizar a troca, basta observar como estão as cerdas. Quando elas apresentarem um certo nível de desgaste, é sinal de que é hora de aposentar sua escova e comprar uma nova. 

Não é preciso esperar para que ela se deteriore muito, pois à medida que o produto vai ficando velho, é comum que você faça mais força na hora da escovação. Com o tempo, esse hábito vai prejudicar a saúde e estética de seu sorriso. 

Escolher a melhor escova de dente disponível no mercado não é suficiente para manter seus dentes longe das cáries e doenças periodontais. De nada adianta investir em um produto de qualidade, se você não sabe a maneira correta de fazer sua higiene bucal. 

O ideal é escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia, depois das principais refeições diárias. Além disso, nada de ir para a cama sem fazer uma boa limpeza nos dentes e gengivas, pois essa é a escovação mais importante. É justamente durante a noite que a boca fica mais suscetível à proliferação de bactérias nocivas à saúde bucal. 

Veja como fazer sua higiene bucal de forma eficiente: 

  • coloque um pouco de pasta dental na escova (não precisa ser muito, o equivalente ao tamanho de uma ervilha já é o suficiente); 
  • faça movimentos circulares na região dos dentes do fundo (faça isso no mínimo umas dez vezes); 
  • para escovar os dentes da frente, os movimentos devem ser feitos na direção vertical (também repetindo o processo pelo menos dez vezes); 
  • a limpeza da língua deve ser feito com movimentos de trás para frente; 
  • nunca ponha força na escova de dentes e faça movimentos leves; 
  • faça bochechos e jogue a água na pia; 
  • use fio dental e um enxaguante sem álcool para completar a limpeza. 

Os dentistas recomendam escovar os dentes durante dois minutos, pois esse é o tempo ideal para realizar uma limpeza completa. 

Independentemente do modelo e marca da escova de dentes, para que ela tenha vida longa, é essencial que ela seja bem limpa e armazenada corretamente após o uso. Veja alguns cuidados básicos com sua parceira de manutenção de seu sorriso: 

  • depois de usar a escova, lave-a muito bem com água corrente e seque-a; 
  • se for carregar o acessório para o trabalho ou durante uma viagem, guarde-o dentro de caixinhas de transporte específicas; 
  • no banheiro, escolha locais fechados para armazenar a escova, como gavetas e armários. Dessa forma, você evita que partículas de fezes que ficam presentes no ar quando a descarga é acionada ou outras bactérias se depositem em sua escova. 

Esses cuidados evitem que a escova se desgaste antes do tempo e ainda garantem que ela esteja sempre limpa e pronta para o uso.

Olá! Agende sua consulta!