conquiste o sorriso dos sonhos, use lentes de contato

LENTES DE CONTATO

LENTES DE CONTATO

Agende sua avaliaçãoAgende sua avaliação
conquiste o sorriso dos sonhos, use lentes de contato

LENTES DE CONTATO

LENTES DE CONTATO

DENTES NATURALMENTE BRANCOS

O procedimento proporciona uma aparência natural, porque a cor das lentes reproduz o branco dos dentes. Além disso, elas podem ser colocadas rapidamente e  de modo bastante simples. O tecido da gengiva suporta bem a porcelana, o que garante o sucesso na colocação. 

PROCEDIMENTO QUE VAI ALÉM DA ESTÉTICA

O seu sorriso é o seu melhor cartão de visitas. A lente de contato dental proporciona: 

  • Melhora da autoestima;
  • Do relacionamento interpessoal;
  • Mais chances conseguir boas colocações no mercado de trabalho;
  • Maior facilidade na higienização bucal e avaliação profilática pelo dentista. 

INDICAÇÕES PARA COLOCAR LENTE DE CONTATO DENTAL

As lentes de contato dentais corrigem pequenas imperfeições de espaçamento, cor e alinhamento. São indicadas para situações de dentes com restaurações muito extensas e também para casos em que o paciente busca uma transformação total do sorriso. 

LENTES DE CONTATO X FACETA

O que é Faceta de Porcelana? O que é Lente de Contato Dental? Qual a diferença dos dois? Pra explicar melhor este assunto trouxe o Dra. Paula Cardoso, que é especialista no assunto. 

CUIDADOS PÓS PROCEDIMENTOS

A boa higiene bucal e as visitas periódicas ao dentista são essenciais, para manter as lentes em bom estado. As principais recomendações são evitar o hábito de roer as unhas e não usar os dentes da frente para morder alimentos sólidos. 

Os pacientes que sofrem de bruxismo (ranger dos dentes) também podem usar as lentes. O ideal é que tratem essa condição com a utilização de um dispositivo de proteção dentária, como a placa de relaxamento, ou a aplicação de toxina botulínica para relaxar a musculatura facial ou, ainda, a fisioterapia orofacial e de pescoço. 

Em relação à escovação, é preciso ter alguns cuidados, dentre os quais os mais importantes são a utilização de escovas macias e escovação suave e sem movimentos bruscos, sempre após as refeições. 

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA LENTE DE CONTATO?

A técnica é usada para recobrir os dentes da frente e pode ser aplicada a muitas situações, como: 

  • dentes quebrados; 
  • dentes desgastados; 
  • dentes com espaços entre eles; 
  • dentes irregulares ou desalinhados; 
  • dentes descoloridos por causa de excesso de flúor, medicamentos ou tratamento de canal.

DURABILIDADE DA LENTE DE CONTATO

As lentes de contato dentárias duram, em média, de 8 a 10 anos. O tempo é bastante relativo, pois depende de alguns fatores que podem variar de paciente para paciente. Os maus hábitos podem diminuir a durabilidade do tratamento. Por isso, os cuidados com a higienização oral são imprescindíveis, mesmo que as lentes sejam feitas de material muito resistente. 

CONTRA-INDICAÇÃO

Em alguns casos específicos esse procedimento não é recomendado. São eles: 

  1. Bruxismo: pacientes com bruxismo precisam controlar a síndrome antes da instalação das lentes. Afinal, a porcelana não impede a fratura da raiz do dente que pode ocorrer depois de muito apertar e ranger. Se isso acontecer, a lente de contato dental deverá ser substituída por um implante e uma prótese de porcelana na mesma cor do sorriso, a fim de preservar sua naturalidade. 
  2. Maus hábitos de saúde: o hábito de roer as unhas, mascar chiclete, usar os dentes para romper lacres ou abrir garrafas, ou morder objetos como pontas de caneta podem desgastar a lente de contato dental e o resultado pode ser fraturas nelas e nos dentes que lhe dão suporte resultando em um novo tratamento. 
  3. Fumantes: restaurações em excesso e tom escuro dos dentes para quem tem dentição com muitas restaurações,  ou quem tem os dentes muito escurecidos, é possível que as lentes de contato dental não consigam cobrir o suficiente para atingir a “clareação” esperada. 
  4. Higiene bucal deficiente: as lentes de contato dental não protegem os dentes contra cáries, gengivite e outros problemas de saúde bucal, portanto é necessário manter os mesmos hábitos de higiene, com escovação e uso do fio dental. 
  5. Gengivite e periodontite: é preciso curar esses quadros antes da instalação das lentes de contato dental, para evitar que se agravem ainda mais. 
  6. Dentição incompleta ou mordida instável: as lentes de contato dental geralmente são aplicadas nos 6 dentes mais frontais do sorriso, portanto não vai adiantar reforçar os dentes da frente e não ter os dentes do fundo da boca. Uma mordida instável também pode impedir a aplicação das lentes, visto que podem trazer desgaste prematuro delas, podendo inclusive impactar o dente por baixo delas. 

DIFERENÇA ENTRE FACETAS DE PORCELANA E LENTES DE CONTATO DENTAIS

As duas são laminados cerâmicos e são colados na superfície frontal dos dentes para aperfeiçoamento estético do sorriso. 

A diferença está no desgaste do dente natural que irá receber a lâmina: no caso das facetas de porcelana, que em geral medem 7 milímetros de espessura, o dentista terá que remover cerca de 1 milímetro de esmalte da superfície de cada dente. 

Já no caso das lentes de contato dentais, tem de 0,2 a 0,4 milímetros de espessura, e em muitos casos, não se faz necessário que os dentes sejam desgastados para ser aplicada ou é mínimo, chegando no máximo a ser metade do desgaste feito para a instalação da faceta. É praticamente imperceptível a olho nu. 

As duas técnicas têm processos rápidos de aplicação e duram de 10 a 15 anos com a manutenção correta. Apesar do dente ficar um pouco mais resistente, não é inquebrável. Pessoas com bruxismo, por exemplo, necessitam de uma orientação diferenciada caso queiram aderir um desses métodos. E quem já têm sensibilidade dental podem apresentar piora no quadro. 

Saiba mais sobre as lentes de contato dentais, leia nossos artigos.

QUAIS SÃO AS ETAPAS DO PROCEDIMENTO?

Primeiramente é feita uma avaliação com o dentista. 

Após a avaliação do dentista e atestado que o paciente pode usar as lentes de contato dental, será possível iniciar o tratamento. 

Então acontece o tratamento gengival e o clareamento dental.

Após esta etapa realizam-se simulações e moldagens dos dentes. É nesta etapa que são analisadas as melhores opções que se encaixam para cada pessoa e levantada as informações sobre dentes e gengivas para enviar ao laboratório de prótese dentária.

Inicia a etapa de teste e fixação das lentes de contato dental nos dentes selecionados.

As lentes de contato são muito finas de aproximadamente 0,2 a 0,4 mm de espessura.

Em muitos casos não é necessário a desgaste do dente, devido à espessura das lentes, que são bem finas, e se adequam a cor natural dos dentes.

QUAIS SÃO AS ETAPAS DO PROCEDIMENTO?

Primeiramente é feita uma avaliação com o dentista. 

Após a avaliação do dentista e atestado que o paciente pode usar as lentes de contato dental, será possível iniciar o tratamento. 

Então acontece o tratamento gengival e o clareamento dental.

Após esta etapa realizam-se simulações e moldagens dos dentes. É nesta etapa que são analisadas as melhores opções que se encaixam para cada pessoa e levantada as informações sobre dentes e gengivas para enviar ao laboratório de prótese dentária.

Inicia a etapa de teste e fixação das lentes de contato dental nos dentes selecionados.

As lentes de contato são muito finas de aproximadamente 0,2 a 0,4 mm de espessura.

Em muitos casos não é necessário a desgaste do dente, devido à espessura das lentes, que são bem finas, e se adequam a cor natural dos dentes.

Uma boa referência faz toda a diferença!

Alguns depoimentos dos nossos clientes

Com localização privilegiada em Goiânia, o CCO é especializado em Implantodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Reabilitação Oral.

Há 14 anos no mercado de Goiânia, o CCO – Centro de Cirurgia Oral, já atendeu mais de 35 mil pacientes.

Hoje somos referência em cirurgias orais como extração de sisos, dentes inclusos, tracionamento, disjunções cirúrgicas, além de atuar com o tratamento reabilitador oral através de implantes dentais e facetas de porcelana.

Uma boa referência, faz toda diferença!

FAQ – Perguntas Frequentes

A lente de contato dental é uma faceta odontológica de porcelana superfina, que é posicionada na superfície aparente do dente. Apesar do nome, não existe relação com a lente de contato para os olhos, exceto pelo fato de serem bem finas — cerca de 0,3 mm de espessura. 

O material usado na confecção da lente é o dissilicato de lítio, mais resistente que as porcelanas tradicionais. Graças aos diversos níveis de translucidez desse material, a faceta pode ser moldada em variadas espessuras com grande sucesso estético.  

A boa higiene bucal e as visitas periódicas ao dentista são essenciais, para manter as lentes em bom estado. As principais recomendações são evitar o hábito de roer as unhas e não usar os dentes da frente para morder alimentos sólidos. 

Os pacientes que sofrem de bruxismo (ranger dos dentes) também podem usar as lentes. O ideal é que tratem essa condição com a utilização de um dispositivo de proteção dentária, como a placa de relaxamento, ou a aplicação de toxina botulínica para relaxar a musculatura facial ou, ainda, a fisioterapia orofacial e de pescoço. 

Quase todo mundo. Antes de optar pela lente de contato dental é preciso fazer uma avaliação prévia com um especialista para checar as condições da saúde bucal e quais hábitos do paciente pode prejudicar a durabilidade das lentes. 

A técnica é usada para recobrir os dentes da frente e pode ser aplicada a muitas situações, como: 

  • dentes quebrados; 
  • dentes desgastados; 
  • dentes com espaços entre eles; 
  • dentes irregulares ou desalinhados; 
  • dentes descoloridos por causa de excesso de flúor, medicamentos ou tratamento de canal.

As lentes de contato dentárias duram, em média, de 8 a 10 anos. O tempo é bastante relativo, pois depende de alguns fatores que podem variar de paciente para paciente. Os maus hábitos podem diminuir a durabilidade do tratamento. Por isso, os cuidados com a higienização oral são imprescindíveis, mesmo que as lentes sejam feitas de material muito resistente. 

Em alguns casos específicos esse procedimento não é recomendado. São eles: 

  1. Bruxismo: pacientes com bruxismo precisam controlar a síndrome antes da instalação das lentes. Afinal, a porcelana não impede a fratura da raiz do dente que pode ocorrer depois de muito apertar e ranger. Se isso acontecer, a lente de contato dental deverá ser substituída por um implante e uma prótese de porcelana na mesma cor do sorriso, a fim de preservar sua naturalidade. 
  2. Maus hábitos de saúde: o hábito de roer as unhas, mascar chiclete, usar os dentes para romper lacres ou abrir garrafas, ou morder objetos como pontas de caneta podem desgastar a lente de contato dental e o resultado pode ser fraturas nelas e nos dentes que lhe dão suporte resultando em um novo tratamento. 
  3. Fumantes: restaurações em excesso e tom escuro dos dentes para quem tem dentição com muitas restaurações,  ou quem tem os dentes muito escurecidos, é possível que as lentes de contato dental não consigam cobrir o suficiente para atingir a “clareação” esperada. 
  4. Higiene bucal deficiente: as lentes de contato dental não protegem os dentes contra cáries, gengivite e outros problemas de saúde bucal, portanto é necessário manter os mesmos hábitos de higiene, com escovação e uso do fio dental. 
  5. Gengivite e periodontite: é preciso curar esses quadros antes da instalação das lentes de contato dental, para evitar que se agravem ainda mais. 
  6. Dentição incompleta ou mordida instável: as lentes de contato dental geralmente são aplicadas nos 6 dentes mais frontais do sorriso, portanto não vai adiantar reforçar os dentes da frente e não ter os dentes do fundo da boca. Uma mordida instável também pode impedir a aplicação das lentes, visto que podem trazer desgaste prematuro delas, podendo inclusive impactar o dente por baixo delas. 

As duas são laminados cerâmicos e são colados na superfície frontal dos dentes para aperfeiçoamento estético do sorriso. 

A diferença está no desgaste do dente natural que irá receber a lâmina: no caso das facetas de porcelana, que em geral medem 7 milímetros de espessura, o dentista terá que remover cerca de 1 milímetro de esmalte da superfície de cada dente. 

Já no caso das lentes de contato dentais, tem de 0,2 a 0,4 milímetros de espessura, e em muitos casos, não se faz necessário que os dentes sejam desgastados para ser aplicada ou é mínimo, chegando no máximo a ser metade do desgaste feito para a instalação da faceta. É praticamente imperceptível a olho nu. 

As duas técnicas têm processos rápidos de aplicação e duram de 10 a 15 anos com a manutenção correta. Apesar do dente ficar um pouco mais resistente, não é inquebrável. Pessoas com bruxismo, por exemplo, necessitam de uma orientação diferenciada caso queiram aderir um desses métodos. E quem já têm sensibilidade dental podem apresentar piora no quadro. 

Com localização privilegiada em Goiânia, o CCO é especializado em Implantodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Reabilitação Oral.

Há 14 anos no mercado de Goiânia, o CCO – Centro de Cirurgia Oral, já atendeu mais de 35 mil pacientes.

Hoje somos referência em cirurgias orais como extração de sisos, dentes inclusos, tracionamento, disjunções cirúrgicas, além de atuar com o tratamento reabilitador oral através de implantes dentais e facetas de porcelana.

Uma boa referência, faz toda diferença!

Agende sua consulta

FAQ – Perguntas Frequentes

A lente de contato dental é uma faceta odontológica de porcelana superfina, que é posicionada na superfície aparente do dente. Apesar do nome, não existe relação com a lente de contato para os olhos, exceto pelo fato de serem bem finas — cerca de 0,3 mm de espessura. 

O material usado na confecção da lente é o dissilicato de lítio, mais resistente que as porcelanas tradicionais. Graças aos diversos níveis de translucidez desse material, a faceta pode ser moldada em variadas espessuras com grande sucesso estético.  

A boa higiene bucal e as visitas periódicas ao dentista são essenciais, para manter as lentes em bom estado. As principais recomendações são evitar o hábito de roer as unhas e não usar os dentes da frente para morder alimentos sólidos. 

Os pacientes que sofrem de bruxismo (ranger dos dentes) também podem usar as lentes. O ideal é que tratem essa condição com a utilização de um dispositivo de proteção dentária, como a placa de relaxamento, ou a aplicação de toxina botulínica para relaxar a musculatura facial ou, ainda, a fisioterapia orofacial e de pescoço. 

Quase todo mundo. Antes de optar pela lente de contato dental é preciso fazer uma avaliação prévia com um especialista para checar as condições da saúde bucal e quais hábitos do paciente pode prejudicar a durabilidade das lentes.