extração do dente siso com agilidade e segurança

EXTRAÇÃO DO SISO

EXTRAÇÃO DO SISO

Agilidade e segurança.

Saiba porque o CCO é referência em extração do siso.

Agende sua avaliaçãoAgende sua avaliação
extração do dente siso com agilidade e segurança

EXTRAÇÃO DO SISO

EXTRAÇÃO DO SISO

Agilidade e segurança.

Agilidade e segurança.

Saiba porque o CCO é referência

Saiba porque o CCO é referência

em extração do siso.

em extração do siso.

CCO: REFERÊNCIA EM EXTRAÇÃO DO SISO

O CCO é referência em extração de dente siso em GoiâniaA qualidade e reconhecimento do CCO na extração de siso, avançaram fronteiras e seus diretores Dr. Henrique Taniguchi e Dr. Luiz Francisco Coradazzi conquistaram reconhecimento nacional, com a participação de diversas entrevistas em programas regionais e nacionais como o Bem Estar, da Globo.

QUANTO TEMPO DURA UMA CIRURGIA DE SISO

A cirurgia é calculada conforme o grau de dificuldade da extração de cada siso. Na maioria das vezes, leva cerca de 30 minutos em cada dente, mas pode demorar até 6 minutos, se for um caso simples.

SEM MEDO DA CIRURGIA DO SISO

A expressão “extração de dente do siso” costuma gerar medo em muitas pessoas. Isso acontece porque acreditam que a cirurgia é um procedimento complexo e que traz dor e muitos dias de resguardo. Mas, felizmente, os casos complexos são os menos comuns de aparecer em consultórios. Em geral, a recuperação dos pacientes é bem tranquila.

Extração dos quatro dentes sisos em 6 minutos

Este vídeo já obteve mais de 176 mil visualizações. Dr. Henrique Taniguchi demonstra toda sua técnica e qualidade, que fizeram do Centro de Cirurgia Oral referência na extração de siso em Goiânia. Confira! 

SINTOMAS DO DENTE SISO NASCENDO 

Os sintomas são: dor na região do dente do siso, gengiva inflamada e inchada com dor, vermelhidão, sensação de calor local, dificuldade na mastigação, febre entre outros. Quando ele nasce parcialmente, pode haver uma forte inflamação, que provoca irritação e inflamação da gengiva (gengivite), inchaço na região e muita dor. 

PREPARAÇÃO PARA A CIRURGIA DO SISO 

O recomendado para qualquer cirurgia oral é não beber e nem fumar nas horas que antecedem a operação. Evite tomar medicamentos, consumir álcool e tabaco por, pelo menos, 12 horas. É ideal também fazer uma boa higienização oral, escovando os dentes e usando fio dental.

A cirurgia de extração de siso requer anestesia e pode ser difícil prever o estado do paciente no final da operação. Assim, é recomendado ir acompanhado no dia da cirurgia para evitar possíveis problemas. 

  

CIRURGIA SEM DOR

A extração do dente do siso se faz de forma rotineira. Antes da extração, a área em volta do dente será anestesiada. Os dentistas utilizam um anestésico local para amortecer a área da boca onde a extração ocorrerá. 

Na extração simples, uma vez que a área é anestesiada, o dente é descolado do osso com um tipo de alavanca, e então extraído com um fórceps dentário. O dentista também poderá suavizar e remodelar o osso que sustenta o dente. Terminada esta etapa, ele poderá optar por fechar a área com alguns pontos cirúrgicos. 

CIRURGIA DORMINDO

Quando é necessária a remoção dos sisos, há quem sofra por antecipação, acreditando que a cirurgia provoca dores ou sentindo pavor só de pensar no momento da extração. Também é normal se perguntar:” será que posso fazer cirurgia dormindo?”. Para quem tem essa dúvida, existe a possibilidade de realizar a operação sedado. Pode-se usar a sedação medicamentosa ou endovenosa, dependendo da avaliação do cirurgião-dentista e de cada caso específico. 

EXTRAIR OS 4 SISOS EM UMA ÚNICA CIRURGIA

Muitas pessoas questionam se podem extrair os 4 sisos em uma única cirurgia. E a resposta é SIM! Mas, cada caso é um caso. Se os 4 dentes já nasceram, provavelmente a extração de todos de uma vez será simples. Se os dentes ainda estão inclusos, é provável que seja mais complicado, então é melhor retirar 2 de cada vez. Se os dentes inclusos estiverem próximos às regiões anatômicas nobres como nervos e vasos sanguíneos, é recomendado extrair apenas um de cada vez. 

Saiba mais sobre a extração do dente siso, leia nossos artigos.

ENTENDA COMO FUNCIONA A CIRURGIA DE EXTRAÇÃO DOS DENTES SISOS

QUANDO É NECESSÁRIO EXTRAIR O SISO?

Os sisos são os últimos dentes a nascer, e isso costuma ocorrer entre os 15 e 20 anos de idade. Por isso, é muito comum que não haja espaço suficiente para ele, causando dores, sensação incômoda e desconforto, inflamações ou, até mesmo, alteração do alinhamento da arcada, sendo necessária a extração! 

EXAMES FEITOS ANTES DA CIRURGIA

A primeira fase é análise feita pelo dentista. O exame de imagem padrão é a radiografiaDependendo do caso, pode existir a possibilidade de outros exames como tomografia computadorizada. 

PREPARAÇÃO NO DIA DA EXTRAÇÃO

Os cuidados pré-operatório devem ser avaliados com o seu dentista e é importante tirar todas as dúvidas. É recomendado não comer e beber nas horas que antecedem a cirurgia, mas, se não for possível, opte por uma refeição leve e ligeira. Evite tomar medicamentos, consumir álcool e tabaco até 12 horas antes do procedimento, e não se esqueça de escovar os dentes e usar o fio dental. 

A ANESTESIA

A anestesia faz com que os tecidos percam a sensibilidade por aproximadamente 180 minutos. A anestesia é local, administrada por injeção e aplicada nos lados de fora e de dentro da gengiva — no caso de sisos superiores, é aplicada também no canto do céu da boca e próximo ao dente. 

A EXTRAÇÃO

O dentista analisará se é necessário tomar antibióticos antes e depois da extração para a prevenção de infecções. A cirurgia pode ser realizada de duas maneiras: se os dentes já nasceram e estão à vista, sua extração é feita do mesmo modo que se extrai qualquer outro; se estão inclusos, é preciso fazer uma incisão na gengiva e remover a parte do osso que se apresenta sobre o siso. Depois da extração, o cirurgião vai suturar o local com pontos e utilizar uma compressa estéril para que o paciente possa morder para interromper a hemorragia. 

TEMPO DA CIRURGIA

O tempo da cirurgia está relacionado ao grau de dificuldade de cada siso, se está incluso ou erupcionado na cavidade bucal. Em geral, a cirurgia leva menos de 30 minutos em cada dente para ser realizada e, em alguns casos mais fáceis, dependendo do quadro do paciente, pode demorar até 5 minutos. 

ENTENDA COMO FUNCIONA A CIRURGIA DE EXTRAÇÃO DOS DENTES SISOS

QUANDO É NECESSÁRIO EXTRAIR O SISO?

Os sisos são os últimos dentes a nascer, e isso costuma ocorrer entre os 15 e 20 anos de idade. Por isso, é muito comum que não haja espaço suficiente para ele, causando dores, sensação incômoda e desconforto, inflamações ou, até mesmo, alteração do alinhamento da arcada, sendo necessária a extração! 

EXAMES FEITOS ANTES DA CIRURGIA

A primeira fase é análise feita pelo dentista. O exame de imagem padrão é a radiografiaDependendo do caso, pode existir a possibilidade de outros exames como tomografia computadorizada. 

PREPARAÇÃO NO DIA DA EXTRAÇÃO

Os cuidados pré-operatório devem ser avaliados com o seu dentista e é importante tirar todas as dúvidas. É recomendado não comer e beber nas horas que antecedem a cirurgia, mas, se não for possível, opte por uma refeição leve e ligeira. Evite tomar medicamentos, consumir álcool e tabaco até 12 horas antes do procedimento, e não se esqueça de escovar os dentes e usar o fio dental. 

A ANESTESIA

A anestesia faz com que os tecidos percam a sensibilidade por aproximadamente 180 minutos. A anestesia é local, administrada por injeção e aplicada nos lados de fora e de dentro da gengiva — no caso de sisos superiores, é aplicada também no canto do céu da boca e próximo ao dente. 

A EXTRAÇÃO

O dentista analisará se é necessário tomar antibióticos antes e depois da extração para a prevenção de infecções. A cirurgia pode ser realizada de duas maneiras: se os dentes já nasceram e estão à vista, sua extração é feita do mesmo modo que se extrai qualquer outro; se estão inclusos, é preciso fazer uma incisão na gengiva e remover a parte do osso que se apresenta sobre o siso. Depois da extração, o cirurgião vai suturar o local com pontos e utilizar uma compressa estéril para que o paciente possa morder para interromper a hemorragia. 

TEMPO DA CIRURGIA

O tempo da cirurgia está relacionado ao grau de dificuldade de cada siso, se está incluso ou erupcionado na cavidade bucal. Em geral, a cirurgia leva menos de 30 minutos em cada dente para ser realizada e, em alguns casos mais fáceis, dependendo do quadro do paciente, pode demorar até 5 minutos. 

Uma boa referência faz toda a diferença!

Alguns depoimentos dos nossos clientes

Com localização privilegiada em Goiânia, o CCO é especializado em Implantodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Reabilitação Oral.

Há 14 anos no mercado de Goiânia, o CCO – Centro de Cirurgia Oral, já atendeu mais de 35 mil pacientes.

Hoje somos referência em cirurgias orais como extração de sisos, dentes inclusos, tracionamento, disjunções cirúrgicas, além de atuar com o tratamento reabilitador oral através de implantes dentais e facetas de porcelana.

Uma boa referência, faz toda diferença!

FAQ – Perguntas Frequentes

O Siso são dentes molares e devido a forma em que nascem estão sujeitos a problemas dentários. Eles podem ser inclusos, quando não conseguem nascer e ficam presos por baixo da gengiva, dentro do osso maxilar ou mandíbula.  

Semi-Incluso, quando nascem apenas parcialmente. Há casos, não muito raros, em que o dente nem chega a estar presente no arco dentário da pessoa. 

Dentes inclusos ou semi-inclusos acontecem porque falta espaço na arcada dentária para que o dente do siso se encaixe no lugar certo para nascer. Nestes casos, o siso passa a empurrar os dentes que estão ao seu lado, em uma tentativa natural de se encaixar no seu devido lugar. Sendo assim, algumas patologias podem vir acontecer, como caries (quando o siso está encostado no dente ao lado); infeções ao redor do dente e desalinhamento dentário. 

Em geral, o nascimento do dente do siso vem acompanhado de alguns incômodos, sobretudo, se não houver espaço para que ele se encaixe com perfeição na arcada dentária. A cirurgia do dente do siso é absolutamente necessária quando esses dentes causam muitas dores e constantes inflamações nas gengivas.

No dia anterior à cirurgia, faça refeições leves e evite fumar e tomar bebidas alcoólicas já na semana anterior. Além disso, evite usar medicamentos que contenham ácido acetil salicílico (aspirina). 

No dia da extração, escove bem os dentes e passe o fio dental. Se o local estiver infeccionado, o cirurgião-dentista ainda iniciará um tratamento prévio com antibióticos e anti-inflamatórios. Isso evitará possíveis infecções e inflamações com edema (inchaço) resultantes do procedimento. 

Mas não tome esses medicamentos se o dentista não prescrever. É bom lembrar, que há casos em que essas medicações não são necessárias. 

Todo pós-cirúrgico é um período incômodo. Assim, com a extração do dente do siso não seria diferente. Porém, será, na grande maioria das vezes, um pós-operatório curto, durando apenas 3 a 4 dias. 

Repousar por esse período é fundamental no pós-operatório. Por isso, os exercícios físicos estão proibidos nesse período. Mas é importante fazer pequenas caminhadas, em casa mesmo. 

Outra atitude que colabora para evitar hemorragias, bem como o inchaço e aliviar a dor é o tipo de alimentação. Assim, o paciente só pode consumir comidas frias e geladas e de consistência pastosa. 

Nas primeiras 24 horas, não passe a escova em volta da área do dente extraído e use pouco creme dental, pois pode provocar ardência. 

Na escovação, faça movimentos bem suaves, prevenindo ferir o local da cirurgia; o fio dental deve ser usado com movimentos leves e cuidadosos e evite a área da cirurgia nos primeiros dias do pós-operatório;  Use o antisséptico recomendado pelo seu dentista. 

O inchaço, dependendo do local e extensão da cirurgia, é considerado normal e deve diminuir após o terceiro ou quarto dia. 

Nas primeiras 48 horas, aplicar bolsa de gelo na face sobre a área operada, em intervalos de 15 minutos. Recomenda-se proteger a pele com hidratante ou vaselina antes da aplicação;  

Podem surgir hematomas ou manchas arroxeadas na pele, sendo mais comuns em pessoas de pele clara. Essas manchas costumam desaparecer espontaneamente entre 7 e 14 dias; 

Após 72 horas, faça compressas com calor (bolsa com água morna) na região operada; (Sugestão para alguns casos). 

O recomendado para qualquer cirurgia oral é não beber e nem fumar nas horas que antecedem a operação. Evite tomar medicamentos, consumir álcool e tabaco por, pelo menos, 12 horas. É ideal também fazer uma boa higienização oral, escovando os dentes e usando fio dental.

A cirurgia de extração de siso requer anestesia e pode ser difícil prever o estado do paciente no final da operação. Assim, é recomendado ir acompanhado no dia da cirurgia para evitar possíveis problemas. 

Muitas pessoas questionam se podem extrair os 4 sisos em uma única cirurgia. E a resposta é SIM! Mas, cada caso é um caso. Se os 4 dentes já nasceram, provavelmente a extração de todos de uma vez será simples. Se os dentes ainda estão inclusos, é provável que seja mais complicado, então é melhor retirar 2 de cada vez. Se os dentes inclusos estiverem próximos às regiões anatômicas nobres como nervos e vasos sanguíneos, é recomendado extrair apenas um de cada vez. 

Quando é necessária a remoção dos sisos, há quem sofra por antecipação, acreditando que a cirurgia provoca dores ou sentindo pavor só de pensar no momento da extração. Também é normal se perguntar:” será que posso fazer cirurgia dormindo?”. Para quem tem essa dúvida, existe a possibilidade de realizar a operação sedado. Pode-se usar a sedação medicamentosa ou endovenosa, dependendo da avaliação do cirurgião-dentista e de cada caso específico. 

Os sintomas são: dor na região do dente do siso, gengiva inflamada e inchada com dor, vermelhidão, sensação de calor local, dificuldade na mastigação, febre entre outros. Quando ele nasce parcialmente, pode haver uma forte inflamação, que provoca irritação e inflamação da gengiva (gengivite), inchaço na região e muita dor. 

A extração do dente do siso se faz de forma rotineira. Antes da extração, a área em volta do dente será anestesiada. Os dentistas utilizam um anestésico local para amortecer a área da boca onde a extração ocorrerá. 

Na extração simples, uma vez que a área é anestesiada, o dente é descolado do osso com um tipo de alavanca, e então extraído com um fórceps dentário. O dentista também poderá suavizar e remodelar o osso que sustenta o dente. Terminada esta etapa, ele poderá optar por fechar a área com alguns pontos cirúrgicos. 

Com localização privilegiada em Goiânia, o CCO é especializado em Implantodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Reabilitação Oral.

Há 14 anos no mercado de Goiânia, o CCO – Centro de Cirurgia Oral, já atendeu mais de 35 mil pacientes.

Hoje somos referência em cirurgias orais como extração de sisos, dentes inclusos, tracionamento, disjunções cirúrgicas, além de atuar com o tratamento reabilitador oral através de implantes dentais e facetas de porcelana.

Uma boa referência, faz toda diferença!

Agende sua consulta

FAQ – Perguntas Frequentes

O Siso são dentes molares e devido a forma em que nascem estão sujeitos a problemas dentários. Eles podem ser inclusos, quando não conseguem nascer e ficam presos por baixo da gengiva, dentro do osso maxilar ou mandíbula.  

Semi-Incluso, quando nascem apenas parcialmente. Há casos, não muito raros, em que o dente nem chega a estar presente no arco dentário da pessoa. 

Dentes inclusos ou semi-inclusos acontecem porque falta espaço na arcada dentária para que o dente do siso se encaixe no lugar certo para nascer. Nestes casos, o siso passa a empurrar os dentes que estão ao seu lado, em uma tentativa natural de se encaixar no seu devido lugar. Sendo assim, algumas patologias podem vir acontecer, como caries (quando o siso está encostado no dente ao lado); infeções ao redor do dente e desalinhamento dentário. 

Em geral, o nascimento do dente do siso vem acompanhado de alguns incômodos, sobretudo, se não houver espaço para que ele se encaixe com perfeição na arcada dentária. A cirurgia do dente do siso é absolutamente necessária quando esses dentes causam muitas dores e constantes inflamações nas gengivas.

No dia anterior à cirurgia, faça refeições leves e evite fumar e tomar bebidas alcoólicas já na semana anterior. Além disso, evite usar medicamentos que contenham ácido acetil salicílico (aspirina). 

No dia da extração, escove bem os dentes e passe o fio dental. Se o local estiver infeccionado, o cirurgião-dentista ainda iniciará um tratamento prévio com antibióticos e anti-inflamatórios. Isso evitará possíveis infecções e inflamações com edema (inchaço) resultantes do procedimento. 

Mas não tome esses medicamentos se o dentista não prescrever. É bom lembrar, que há casos em que essas medicações não são necessárias. 

Todo pós-cirúrgico é um período incômodo. Assim, com a extração do dente do siso não seria diferente. Porém, será, na grande maioria das vezes, um pós-operatório curto, durando apenas 3 a 4 dias. 

Repousar por esse período é fundamental no pós-operatório. Por isso, os exercícios físicos estão proibidos nesse período. Mas é importante fazer pequenas caminhadas, em casa mesmo. 

Outra atitude que colabora para evitar hemorragias, bem como o inchaço e aliviar a dor é o tipo de alimentação. Assim, o paciente só pode consumir comidas frias e geladas e de consistência pastosa. 

Nas primeiras 24 horas, não passe a escova em volta da área do dente extraído e use pouco creme dental, pois pode provocar ardência. 

Na escovação, faça movimentos bem suaves, prevenindo ferir o local da cirurgia; o fio dental deve ser usado com movimentos leves e cuidadosos e evite a área da cirurgia nos primeiros dias do pós-operatório;  Use o antisséptico recomendado pelo seu dentista. 

O inchaço, dependendo do local e extensão da cirurgia, é considerado normal e deve diminuir após o terceiro ou quarto dia. 

Nas primeiras 48 horas, aplicar bolsa de gelo na face sobre a área operada, em intervalos de 15 minutos. Recomenda-se proteger a pele com hidratante ou vaselina antes da aplicação;  

Podem surgir hematomas ou manchas arroxeadas na pele, sendo mais comuns em pessoas de pele clara. Essas manchas costumam desaparecer espontaneamente entre 7 e 14 dias; 

Após 72 horas, faça compressas com calor (bolsa com água morna) na região operada; (Sugestão para alguns casos).