clareamento dental é no cco

CLAREAMENTO DENTAL

CLAREAMENTO DENTAL

Conquiste o sorriso que você sempre quis.

Agende sua avaliaçãoAgende sua avaliação
clareamento dental de qualidade

CLAREAMENTO DENTAL

CLAREAMENTO DENTAL

Conquiste o sorriso que você

Conquiste o sorriso que você

sempre quis.

sempre quis.

CLAREAMENTO DENTAL NÃO ESTRAGA OS DENTES

O tratamento remove a pigmentação que está presa na superfície dental. O gel clareador penetra na “trama” do esmalte (parte mais superficial do dente), quebra as moléculas de pigmento permitindo que elas deixem essa “trama” e devolvam a cor natural do elemento dentário.

AUTOESTIMA ELEVADA E SORRISO CONTAGIANTE

Para resolver ou melhorar o problema dos dentes escurecidos, o cirurgião-dentista faz uso de um gel clareador com propriedade de penetrar nos poros dos dentes combatendo esses pigmentos que ficam retidos ou impregnados. 

TIPO DE CLAREAMENTO É IDEAL PARA VOCÊ

O dentista especializado em tratamentos estéticos avaliará os seus dentes e as condições de saúde da sua gengiva. Com isso, ele conseguirá determinar qual será o modo de clareamento adequado para você. 

ENTENDA MAIS SOBRE O CLAREAMENTO DENTAL

Dr. Henrique Taniguchi explica detalhadamente tudo sobre clareamento dental, quais dentes não vou clarear, como é feito o tratamento a laser e o caseiro.   

CLAREAMENTO DENTAL COM MOLDE CASEIRO

O clareamento feito em casa é muito seguro, desde que você siga à risca o que o dentista recomendar. Neste tipo de clareamento, os géis clareadores são feitos em concentrações que podem variar durante o tratamento segundo os fatores: 

  • saúde as gengivas, 
  • sensibilidade do paciente, 
  • saúde do esmalte dos dentes 

Em casa, o paciente coloca o gel em moldes flexíveis e incolores (para uma melhor aparência). A seguir, a moldeira é encaixada nas arcadas dentária, superior e inferior. 

CLAREAMENTO A LASER

Como vimos, o que clareia o dente é mesmo o gel de branqueamento dental. A função do laser é acelerar o poder clareador do gel. O laser atua como uma “caneta com ponta iluminada” capaz de remover os pigmentos dos dentes. 

Todo o tratamento é feito no consultório do dentista. A concentração da substância ativa varia de paciente para paciente, mas em geral é de 35% — podendo ser maior do que 40%*. Durante a aplicação do laser, a boca do paciente fica protegida por uma máscara apropriada, em que apenas os dentes ficam à mostra.  

Com isso, evita-se possíveis irritações, pois nesta concentração, o peróxido é corrosivo. Para funcionar, o gel deve permanecer nos dentes por, pelo menos, 15 minutos. 

Concentrações muito altas são absolutamente contra indicadas a pacientes com dentes sensíveis e retração gengival.

CLAREAMENTO MISTO OU DUAL

O clareamento dental misto nada mais é do que a combinação das duas técnicas. Realizar os dois tipos de procedimento traz duas vantagens? A praticidade do clareamento caseiro e a rapidez do clareamento em consultório. 

O maior benefício por optar por esse tratamento é a maior durabilidade do resultado esperado. 

TODO MUNDO PODE FAZER CLAREAMENTO DENTAL?

Pessoas com diagnóstico de periodontite, gengivite ou cáries, precisam tratar essas doenças antes de fazer o clareamento. Gestantes, lactantes e crianças com menos de 10 anos não podem realizar o procedimento. Caso haja um grande número de restaurações, facetas, coroas e outros tipos de restaurações dentárias, o cirurgião-dentista irá orientar o melhor plano de tratamento. 

PASTAS DE DENTES BRANQUEADORAS NÃO FUNCIONAM DE VERDADE

Elas não têm o efeito de um clareamento feito em consultório, mas diminuem os tons mantendo a cor original dos dentes. Elas removem manchas da superfície mais externa dos dentes que são causadas por acúmulo de biofilme dental (placa bacteriana). Elas têm uma menor concentração de agentes oxidantes, como os peróxidos, apenas 2%. Também só funciona para adultos com dentes naturais, sem recessão gengival e sensibilidade dentária.

Saiba mais sobre o clareamento dental, leia nossos artigos.

COMO É O TRATAMENTO DE CLAREAMENTO DENTAL?

O clareamento dental funciona de duas maneiras. Uma delas é feita em consultório, a outra é o clareamento dental caseiro, com supervisão do dentista. 

O gel de clareamento dental pode ser à base de uma entre duas substâncias chamadas peróxido de carbamida e peróxido de hidrogênio (neste caso seria o que é chamado popularmente por leigos como clareamento dental com água oxigenada).

Se o dentista optar tanto por uma substância quanto pela outra o clareamento dos dentes ocorre devido à uma reação química que libera água oxigenada gradualmente, clareando os dentes. 

A ação oxidante transforma as moléculas dos pigmentos impregnadas na dentina em moléculas menores. Com isso, a reflexão da luz é maior, dando a aparência dos dentes serem mais claros. Em geral, o clareamento é capaz de clarear os dentes em 2 ou 3 tons. 

A concentração do agente clareador varia a depender: 

  • da cor inicial;
  • da resistência dos dentes;
  • do grau de clareamento esperado.

A seguir, passamos aos tipos de clareamento de dentes, mas já adiantamos que, em alguns casos, os dois métodos podem ser associados. Com isso, podemos dizer que se tem um terceiro tipo de tratamento, denominado conjugado. Com ele, o resultado pode ser potencializado. 

Entenda como é o tratamento de clareamento dental

O clareamento dental funciona de duas maneiras. Uma delas é feita em consultório, a outra é o clareamento dental caseiro, com supervisão do dentista. 

O gel de clareamento dental pode ser à base de uma entre duas substâncias chamadas peróxido de carbamida e peróxido de hidrogênio (neste caso seria o que é chamado popularmente por leigos como clareamento dental com água oxigenada).

Se o dentista optar tanto por uma substância quanto pela outra o clareamento dos dentes ocorre devido à uma reação química que libera água oxigenada gradualmente, clareando os dentes. 

A ação oxidante transforma as moléculas dos pigmentos impregnadas na dentina em moléculas menores. Com isso, a reflexão da luz é maior, dando a aparência dos dentes serem mais claros. Em geral, o clareamento é capaz de clarear os dentes em 2 ou 3 tons. 

A concentração do agente clareador varia a depender: 

  • da cor inicial;
  • da resistência dos dentes;
  • do grau de clareamento esperado.

A seguir, passamos aos tipos de clareamento de dentes, mas já adiantamos que, em alguns casos, os dois métodos podem ser associados. Com isso, podemos dizer que se tem um terceiro tipo de tratamento, denominado conjugado. Com ele, o resultado pode ser potencializado. 

Uma boa referência faz toda a diferença!

Alguns depoimentos dos nossos pacientes

Com localização privilegiada em Goiânia, o CCO é especializado em Implantodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Reabilitação Oral.

Há 14 anos no mercado de Goiânia, o CCO – Centro de Cirurgia Oral, já atendeu mais de 37 mil pacientes.

Hoje somos referência em cirurgias orais como extração de sisos, dentes inclusos, tracionamento, disjunções cirúrgicas, além de atuar com o tratamento reabilitador oral através de implantes dentais e facetas de porcelana.

Uma boa referência, faz toda diferença!

FAQ – Perguntas Frequentes

Clareamento dental é uma técnica odontológica que visa realizar uma limpeza profunda no esmalte dental (camada externa e protetora dos dentes), removendo pigmentos escuros que ficam impregnados com o passar dos anos. 

O clareamento dental é indicado para pacientes acima de 16 anos, quando a raiz dos dentes já está totalmente formada, e que estejam incomodados com a coloração dos seus dentes. Porém é necessário a avaliação de um dentista para determinar se é possível realizar o procedimento. 

  • Com alta sensibilidade dentária; 
  • gravidez e lactantes; 
  • menores de 15 anos; 
  • que possuem doença periodontal; 
  • alérgicas ao produto; 
  • com raízes expostas. 

Pessoas que fizeram muitas restaurações dentárias podem fazer o clareamento dental, mas o processo será mais lento. Isso ocorre porque a resina não responde a substância clareadora. Neste caso, o ideal é fazer o clareamento e, depois, trocar a restauração dando à resina a colocação próxima à dos dentes clareados. 

Durante a avaliação o dentista definirá se é possível realizar o procedimento e qual o melhor tipo de clareamento de acordo com a sua necessidade. Após essa etapa, será solicitado exames radiográficos e clínicos. Esses exames precisam ser feitos para verificar como está a saúde bucal do paciente antes da aplicação do agente clareador. Os exames mostram qual deve ser a concentração do peróxido e o tempo máximo que ele deve permanecer na boca. 

Geralmente o clareamento consegue atingir uns 2 ou 3 tons a menos do que os dentes já estavam. A duração do resultado pode durar até 3 anos e depende muito dos hábitos do paciente. O consumo de alimentos com muitos pigmentos ou ácidos podem ajudar a manchar mais os dentes, e o cigarro mancha os dentes e pode até prejudicar a eficácia do clareamento dental enquanto ainda está sendo feito. 

O clareamento feito em casa é muito seguro, desde que você siga à risca o que o dentista recomendar. Neste tipo de clareamento, os géis clareadores são feitos em concentrações que podem variar durante o tratamento segundo os fatores: 

  • saúde as gengivas, 
  • sensibilidade do paciente, 
  • saúde do esmalte dos dentes 

Em casa, o paciente coloca o gel em moldes flexíveis e incolores (para uma melhor aparência). A seguir, a moldeira é encaixada nas arcadas dentária, superior e inferior. 

Elas não têm o efeito de um clareamento feito em consultório, mas diminuem os tons mantendo a cor original dos dentes. Elas removem manchas da superfície mais externa dos dentes que são causadas por acúmulo de biofilme dental (placa bacteriana). Elas têm uma menor concentração de agentes oxidantes, como os peróxidos, apenas 2%. Também só funciona para adultos com dentes naturais, sem recessão gengival e sensibilidade dentária.

O clareamento dental misto nada mais é do que a combinação das duas técnicas. Realizar os dois tipos de procedimento traz duas vantagens? A praticidade do clareamento caseiro e a rapidez do clareamento em consultório. 

O maior benefício por optar por esse tratamento é a maior durabilidade do resultado esperado. 

O clareamento feito em casa é muito seguro, desde que você siga à risca o que o dentista recomendar. Neste tipo de clareamento, os géis clareadores são feitos em concentrações que podem variar durante o tratamento segundo os fatores: 

  • saúde as gengivas, 
  • sensibilidade do paciente, 
  • saúde do esmalte dos dentes 

Em casa, o paciente coloca o gel em moldes flexíveis e incolores (para uma melhor aparência). A seguir, a moldeira é encaixada nas arcadas dentária, superior e inferior. 

Como vimos, o que clareia o dente é mesmo o gel de branqueamento dental. A função do laser é acelerar o poder clareador do gel. O laser atua como uma “caneta com ponta iluminada” capaz de remover os pigmentos dos dentes. 

Todo o tratamento é feito no consultório do dentista. A concentração da substância ativa varia de paciente para paciente, mas em geral é de 35% — podendo ser maior do que 40%*. Durante a aplicação do laser, a boca do paciente fica protegida por uma máscara apropriada, em que apenas os dentes ficam à mostra.  

Com isso, evita-se possíveis irritações, pois nesta concentração, o peróxido é corrosivo. Para funcionar, o gel deve permanecer nos dentes por, pelo menos, 15 minutos. 

Concentrações muito altas são absolutamente contra indicadas a pacientes com dentes sensíveis e retração gengival. 

Com localização privilegiada em Goiânia, o CCO é especializado em Implantodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Reabilitação Oral.

Há 14 anos no mercado de Goiânia, o CCO – Centro de Cirurgia Oral, já atendeu mais de 37 mil pacientes.

Hoje somos referência em cirurgias orais como extração de sisos, dentes inclusos, tracionamento, disjunções cirúrgicas, além de atuar com o tratamento reabilitador oral através de implantes dentais e facetas de porcelana.

Uma boa referência, faz toda diferença!

Agende sua consulta

FAQ – Perguntas Frequentes

Clareamento dental é uma técnica odontológica que visa realizar uma limpeza profunda no esmalte dental (camada externa e protetora dos dentes), removendo pigmentos escuros que ficam impregnados com o passar dos anos. 

O clareamento dental é indicado para pacientes acima de 16 anos, quando a raiz dos dentes já está totalmente formada, e que estejam incomodados com a coloração dos seus dentes. Porém é necessário a avaliação de um dentista para determinar se é possível realizar o procedimento. 

  • Com alta sensibilidade dentária; 
  • gravidez e lactantes; 
  • menores de 15 anos; 
  • que possuem doença periodontal; 
  • alérgicas ao produto; 
  • com raízes expostas. 

Pessoas que fizeram muitas restaurações dentárias podem fazer o clareamento dental, mas o processo será mais lento. Isso ocorre porque a resina não responde a substância clareadora. Neste caso, o ideal é fazer o clareamento e, depois, trocar a restauração dando à resina a colocação próxima à dos dentes clareados. 

Durante a avaliação o dentista definirá se é possível realizar o procedimento e qual o melhor tipo de clareamento de acordo com a sua necessidade. Após essa etapa, será solicitado exames radiográficos e clínicos. Esses exames precisam ser feitos para verificar como está a saúde bucal do paciente antes da aplicação do agente clareador. Os exames mostram qual deve ser a concentração do peróxido e o tempo máximo que ele deve permanecer na boca. 

Geralmente o clareamento consegue atingir uns 2 ou 3 tons a menos do que os dentes já estavam. A duração do resultado pode durar até 3 anos e depende muito dos hábitos do paciente. O consumo de alimentos com muitos pigmentos ou ácidos podem ajudar a manchar mais os dentes, e o cigarro mancha os dentes e pode até prejudicar a eficácia do clareamento dental enquanto ainda está sendo feito. 

Olá! Agende sua consulta!