Envelhecer com saúde e qualidade de vida

Envelhecer com saúde e bem-estar é o sonho de muitas pessoas, mas o que é preciso fazer para alcançar longevidade?
O brasileiro vive 75,5 anos, segundo o IBGE. No último ano, a população ganhou 3 meses e 14 dias de vida em relação a 2015. Os números revelam que, ano após ano, busca-se melhorar a qualidade de vida.
Enfrentamos hoje uma rotina frenética de compromissos e cobranças. E, na maioria das vezes, cuidados básicos de saúde estão fora da nossa prioridade. Fazer atividade física, ter um check-up em dia e cuidar da saúde bucal são fundamentais para se envelhecer com segurança.

Como envelhecer com qualidade de vida?

Até a mastigação pode influenciar na qualidade de vida. Quando jovens, as pessoas comem depressa demais. Quando idosas, a mastigação rápida não consegue promover a absorção dos alimentos e o estômago fica sobrecarregado. Fala-se, então, no “slow food”, em detrimento à alimentação “fast food”.

A Odontogeriatria auxilia pessoas com mais de 60 anos a terem qualidade de vida quando assunto é saúde bucal. Essa especialidade atua com a terceira dentição, que são as raízes artificiais, ou seja, as próteses, dentaduras, implantes que melhoram a mastigação e, consequentemente, a digestão.

Cresce ainda, nos consultórios, a procura por procedimentos estéticos na terceira idade, como clareamentos e lentes de contato para os dentes. Se vivemos mais, é natural que as pessoas queiram ter uma aparência melhor, o que interfere na autoestima e, assim, fica mais fácil passar pelo envelhecimento.

Henrique Taniguchi é cirurgião dentista, especialista em implantes.

RT. CRO-GO-EPAO-425 C.D. Luis Francisco Coradazzi CRO-GO-CD-7747