Carga Imediata | Dúvidas Frequentes

A maioria das pessoas deve ter dúvidas sobre o procedimento de carga imediata, como ele é feito, quem pode fazer, quanto custa e outras perguntas.Confira esse guia rápido com perguntas e respostas sobre a carga imediata:

1 – O que é a carga imediata?

A carga imediata é um procedimento em que os pacientes que possuem poucos dentes ou nenhum recebem implantes (cinco ou seis) que servirão de base para a prótese dentária que vem logo em seguida.  Além disso, pessoas que perderam apenas um dente também podem optar pela carga imediata.

O diferencial é o tempo de tratamento já que o paciente sai do consultório com um novo sorriso.

2- Quais as diferenças com o implante comum?

A maior diferença entre a carga imediata e a técnica comum é o tempo. No procedimento padrão o paciente espera de quatro a seis meses para recobrar seus dentes. Primeiro os implantes são colocados, depois vem uma prótese provisória para depois ser colocada a prótese final.

Normalmente, no processo de carga imediata uma prótese provisória é utilizada para permanecer na posição correta durante três meses durante (tempo de cicatrização). Somente depois disso a prótese definitiva é confeccionada.
Dependendo do caso, a prótese final pode ser feita em 72 horas ou uma semana após a cirurgia.

3 – Todas as pessoas podem optar pela carga imediata?

Inicialmente não existem contra-indicações para a carga imediata, mas o paciente deve ter uma boa estrutura óssea para optar pelo procedimento, já que a técnica exige uma condição óssea favorável.

Alguns hábitos e doenças são desfavoráveis para a realização da carga imediata como: doenças descontroladas, problemas psicológicos, fumo exagerado e pessoas que possuem outros enxertos ósseos.
Pacientes com doenças sistêmicas, cardiopatia, hipertensão e diabetes precisam de autorização médica para realizar as cirurgias.

4- Qual profissional devo procurar?

Muitos dentistas realizam implantes, mas, apenas os especialistas em implantodontia (implantes dentários) possuem a habilitação necessária e a experiência para realizar o procedimento com total segurança e com bons resultados.

5- Meu dente se quebrou devido a um acidente, posso implantar outro imediatamente?

Na maioria dos casos é melhor fazer outro dente imediatamente para manter a estética do sorriso e forma da gengiva. Caso tenha havido perda de osso ou gengiva deverá ser feito um planejamento individualizado.


6- Não é arriscado colocar um implante tão cedo em uma área onde houve infecção?

Normalmente se a infecção estiver controlada, sem pús ou outro resíduo de dentes, não há problema em fazer o implante. É muito importante que exista osso ao redor do local.

7- Tenho interesse em implante total superior total. Já fiz a radiografia panorâmica. Gostaria de saber o preço e o período possível para ser feito o serviço? E o custo?

Precisamos realizar uma consulta na clínica para determinar a real necessidade de seu caso. Precisaremos analisar seus exames como radiografia panorâmica para planejar seu caso e estimar o prazo. Não podemos estimar custos sem uma consulta presencial.

8- Vou ficar sem os dentes por algum tempo?

Para os casos de prótese fixa de todos os dentes na arcada inferior, nunca deixamos o paciente sem uma prótese. Realizamos os implantes e em seguida ele recebe uma prótese fixa (provisória). A dentadura inferior imediata é muito solta e muitas vezes o paciente não se adapta.

RT. CRO-GO-EPAO-425 C.D. Luis Francisco Coradazzi CRO-GO-CD-7747

RECEBA DICAS PARA TER
UM SORRISO SAUDÁVEL